Arquivo da categoria ‘Receitas anabólicas’

salgado maromba

Ingredientes:

– 2 xícaras de frangos cozido e desfiado
– 1 xícara de couve flor
– Sal e pimenta do reino a gosto
– Salsinha e cebolinha a gosto
– 2 colheres de sopa de cebola picada
– 1 dente de alho picado

Para o recheio:
– Tomate cortado em cubos
– Queijo branco cortado em cubos
– Orégano e sal a gosto

Modo de preparo:

 

O que é o “salgado maromba”

O “salgado maromba” foi inventado pela estudante Tati Guidi, que começou a divulgar na rede social Instagram, e imediatamente se tornou uma sensação. “Hoje as pessoas estão focadas em secar na academia e, assim sendo, as restrições na dieta são maiores, dificultando a variação do cardápio”.

O salgado é rico em proteína e não leva farinha de trigo, por isso virou uma excelente opção. “E você pode fazer no formato que quiser: de rocambole, de pastel assado, enroladinho, em bolinhas, fica a critério da imaginação de cada um”, explica a nutricionista.

Já o recheio tem que ser saudável. Entre as opções estão ricota com espinafre, peito de peru com queijo branco, alho poró com palmito e tomate, entre outras combinação. “A massa desse salgado também é feito com legumes, de modo que possibilita a ingestão deste tipo de alimento por aqueles que não costumam colocá-los no prato. Portanto, torna-se um salgado saudável e rico em nutrientes”, afirma.

Receita genérica

Ingredientes
– 100 a 120g de frango cozido e desfiado (pode usar carne, tofu, peixe branco ou salmão)
-50g de algum legume cozido (couve-flor, brócolis, mandioca ou batata doce cozida). Se quiser, pode usar também arroz integral, grão de bico, berinjela ou abóbora.
– 2 colheres (sopa) de algum líquido (leite de coco, água ou água do cozimento do frango)
– (opcional) 1 colher (sobremesa) de alguma farinha saudável ( aveia, linhaça integral ou chia).
-Temperos a gosto (sal, cebola picada, orégano, alho, etc.)

Modo de preparo

– Bater todos os ingredientes no processador. Deixar em torno de 30 minutos na geladeira para que a massa fique mais firme.

Para empadas:
Forre a forma de empada com a massa, recheie a gosto (tomate picado, espinafre com ricota, brócolis com queijo cottage, palmito, etc.) e depois tampe com mais massa. Pincele com gema de ovo. Use forminhas de empada intercalando na montagem um pouco da massa, recheio e massa para tampar. Pincele gema de ovo e chia.

Para salgado assado:
– Esticar um pedaço de plástico filme e abra a massa sobre ele. Recheio a gosto (tomate picado, espinafre com ricota, brócolis com queijo cottage, palmito, etc.). Empane com farinha de coco ou aveia. – Já com o forno pré-aquecido, asse por aproximadamente 30 minutos.

Fonte: http://www.bolsademulher.com/corpo/salgado-maromba-ajuda-a-manter-a-forma/

http://marianacosta.me/2013/08/21/receita-do-dia-salgado-maromba-tati-guidi/

Para nós, praticantes de musculação, essa farinha tem várias vantagens
-Economizar tempo de cozinhar a batata doce, principalmente quem treina de manhã e usa o café da manhã como pré-treino
-Praticidade de ter guardado e usar rapidamente
-Facilidade no transporte, podendo ser usado para shakes pré-treino
-Como ingrediente em hipercalórico caseiro, com carboidrato de baixo índice glicêmico.

Rendimento

2kg de batata doce natural rende 524 gramas farinha
50g de farinha equivale a comer 200g de batata doce in natura

farinha de batata doce

 

Por Neide Rigo

Fiquei convencida do valor nutricional e gastronômico da farinha de batata-doce durante o Congresso de Incentivo ao Consumo de Verduras, Frutas e Legumes de 2009, em Brasília. Os pesquisadores da Embrapa Hortaliças que faz um bonito trabalho de resgate de variedades esquecidas, mais nutritivas. Com estas batatas fizeram farinha num processo de tecnologia simples e barata. Foi lá que peguei uma apostila e aprendi a fazer a farinha adaptando o que seria indicado para pequenos agricultores para processo caseiro. Embora um pouco demorado, por causa do tempo de secagem, o restante é feito facilmente se você tiver um processador, um liquidificador e peneira. A Embrapa tem material informativo a respeito, mas você também pode ver uma apostila similar aqui (http://www.cpatc.embrapa.br/publicacoes_2012/ct_65.pdf).

Levando em conta que 2 quilos de batatas renderam pouco mais que meio quilo, podemos dizer que, dependendo da umidade da batata, o rendimento é aproximadamente este – 25% do peso inicial. A apostila linkada também confirma que 4 quilos de batatas rendem 1 quilo de farinha. Isto quer dizer que se você usar 100 g de farinha é praticamente o mesmo que consumir 400 g de batata-doce in natura e, com exceção de alguns nutrientes que sofrem perdas com o calor e oxidação, muitos outros estarão concentrados num produto agora não-perecível. Ótima opção para aproveitar excesso de produção e garantir suprimento para a entressafra; para incrementar dietas mais pobres ou de crianças inapetentes; melhorar o valor nutricional da merenda escolar e aproveitar como farinha sem glúten para bolos, pães, pudins, mingaus, farofas, biscoitos e o que mais a imaginação soprar. Incluí em pães de trigo na proporção de 40, 30 e 20%. Com 40, ficou pesado e grudento. Com 30% cresceu menos e o miolo ficou um pouco ressecado e com 20% ficou perfeito (ok, isto eventualmente pode ser uma “quinta com pouco trigo” também)

Então, além de poder ser usado pura em algumas preparações sem glúten, você pode incrementar todos os pratos feitos tradicionalmente com farinha de trigo.

Modo de preparo

farinha de batata doce passo 1

Lave as batatas, descasque-as e rale no processador ou em ralo grosso.

farinha de batata doce passo 2

Pesei para ver o rendimento. Usei 2 quilos, mas, para experimentar o seu forno e conhecer a eficácia dele, comece com menos, lembrando que o rendimento é de 1/4 do peso inicial.

farinha de batata doce passo 3

Espalhe em assadeiras, sem amontoar e leve ao forno em temperatura bem baixa, mais baixa que conseguir. Eu coloquei o cabo de uma colher na porta para diminuir a temperatura, que ficou entre 74 e 80 graus.

farinha de batata doce passo 4

De vez em quando remexa. Até que fique tudo bem seco e solto. Se os flocos estiverem flexíveis é porque ainda não secou o suficiente. Tem que ficar durinhos com barulho de pedrinhas.

farinha de batata doce passo 5

O rendimento: 2 kg renderam 531 g de flocos secos

farinha de batata doce passo 6

Bata no liquidificador aos poucos – 1 xícara de cada vez, até tudo virar pó.

farinha de batata doce passo 7

Passe pela peneira fina. No final, se sobrou muitos grãos, bata mais, até rescar só um pouco, que pode ser usada para polvilhar a superfície dos pães, por exemplo.

farinha de batata doce passo 8

O rendimento final: 524 gramas. Dez gramas ficaram pelo caminho.
O sabor final não é só um pouco doce, mas deliciosa. A minha, usei quase toda para fazer pães. Aproveite a sua para panquecas, bolos e bolinhos, biscoitos etc. E depois me conte. Ou aguarde receitas aqui quando eu fizer mais farinha.

Meus comentários
Para quem gosta de coisas prontas e não tem tempo de fazer a farinha, foi lançado esse mês o suplemento Carbo+, batata doce em pó. Inclusive ele é indicado pelo fisiculturista Fernando Sardinha.

carbo+ batata doce em pó

Você pode comprar no site
http://www.carbomais.com.br

Ingredientes:

500g de peito de frango ou peru moído (ou carne vermelha magra – 93% de gordura)
2 cenouras médias, raladas
1 ovo
1/4 de xícara de cebola picada
1 alho moído
2 colheres de chá de majericão seco
1/2 xícara de farinha de rosca integral (você pode fazer em casa: é só torrar o pão integral e moer)
Acompanhamentos Opcionais: pão integral, mostarda, alface, tomate.

Como Fazer:

 

receitas anabolicas

1° – Não saber o que fazer: o erro mais comum que várias pessoas cometem é não se alimentar do jeito certo, e nossa alimentação é a principal forma para aumentar a massa muscular, manter uma alimentação saudável rica em nutrientes bons é fundamental para o crescimento muscular.

2° – Não ter a dieta (receita) certa: aqui está outro vilão que impede o crescimento dos músculos. Fazer uma dieta pobre (errada) é outro grande problema para o aumento de massa muscular, uma vez que sua alimentação precisa ser feita do jeito certo ter as dietas corretas também é essencial para seu desenvolvimento corporal. “ninguém obtem um bom resultado comendo porcarias” …atenção na dieta!

3° – Falta de disciplina: muitas pessoas quebram regras e sai comendo de tudo que encontra pela frente: doces, refrigerantes, bolachas, frituras e etc. O que não sabem é que estão sacrificando sua propria dieta, destruindo seu o proprio corpo…então não posso comer esses alimentos? Sim você pode, mas precisa moderar e respeitar a sua dieta, senão você coloca tudo a perder. Ter disciplina é fundamental para obter resultados!

4° – Treinar da forma errada: outro erro é fazer exercícios na sequencia e de maneira errada, começar de forma errada pode não trazer resultados agradáveis, tome sempre cuidado nos exercícios que você faz.

5° – Desistir dos treinos/dietas: não é por que a alimentação é a principal forma de ganhar massa muscular que você pode faltar treinos ou parar de treinar, é muito importante manter uma rotina de treinos para definição e crescimento do corpo. NÃO PARE DE TREINAR! – NÃO PARE SUA DIETA!

Falei alguns erros mais cometidos por: iniciantes e até experientes no assunto, são erros que mais atrapalham um processo de ganho de massa muscular, existe outros que eu poderia ter citado, mas esses já são suficientes para entender que: alimentação e treino não é brincadeira.

 

Se você está tendo problemas de ficar enjoado em comer a mesma coisa na dieta eu indico os e-books do Receitas Anabólicas. Além disso caso você não goste, pode pedir seu dinheiro de volta em até 30 dias.

Por isso, sugiro que compre para conhecer.

Conheça mais pelo link
http://aprendaganharmassamuscular.com/?ref=l2005161M

E tem também o lançamento dos Receitas Anabólicas em Vídeo. Assista a apresentação e aprenda fazer 3 receitas anabólicas grátis.
http://receitasanabolicas.com/?ref=E1933507M

Marmitas anabólicas
A comida em si não é o segredo, e sim os potes, coqueteleiras e afins, para carregar.

Quantidades não serão citadas, por que isso é individual e depende do objetivo da pessoa.

Sugestão 01: Leite em pó desnatado + Whey protein ou Albumina (ou ambos, 50% cada) + Farelo de aveia.
Colocar tudo numa garrafinha ou coqueteleira, na hora é só colocar água, agitar e beber.

Sugestão 02: Pão integral + Peito de peru.
Fazer o sanduíche e colocar num pote ou sanduicheira.

Sugestão 03: Bananas + Ovos.
Cozinhar os ovos, mas não tirar a casca. Coloque num pote. Descasque eles na hora de comer. A banana é só levar sem abafar e com casca (dentro da mochila pode, mas sem potes).

Sugestão 04: Barras de cereais + Barras de proteína.
O único cuidado é se alguma usa algo que possa derreter (chocolate por exemplo).

Sugestão 05: Bananas + Barra de proteína.
O único cuidado é se alguma barra usa algo que possa derreter (chocolate por exemplo). Banana é só levar sem abafar e com casca (dentro da mochila pode, mas sem potes).

Sugestão 06: Bananas + Alguma proteína em pó (caseina, albumina, whey protein, mix protein, blend).
Banana é só levar sem abafar e com casca (dentro da mochila pode, mas sem potes). Proteína em pó levar numa garrafinha ou coqueteleira, colocar água, agitar e beber.

Sugestão 07: Hipercalórico + Albumina + Aveia
Colocar tudo numa garrafinha ou coqueteleira. Na hora é só colocar água, agitar e beber.

Sugestão 08: Batata-doce + Clara de ovo.
Levar num potinho. Dura o dia todo.

Sugestão 09: Granola + Whey + Iogurte.
Misturar tudo numa coqueteleira. Dura 6 horas, dependendo da temperatura pode durar até mais.

Sugestão 10: Banana + Barra de proteína + Amendoim.
Banana é só levar sem abafar e com casca (dentro da mochila pode, mas sem potes). Barra de proteína cuidar pra não ter chocolate ou algo que possa derreter com o calor. Amendoim pode levar num pote.

Sugestão 11: Lata de atum + Pão Integral.
Levar o atum na lata fechado e o pão integral num pote ou saco.

Sugestão 12: Lata de atum + Castanhas.
Levar o atum na lata fechado e as castanhas num pote.

Sugestão 13: Lata de atum + Azeite.
Levar o atum na lata fechado. Levar o vidro/lata do azeite e uma colher para tomar na hora.

Sugestão 14: Ovos + Azeite.
Levar os ovos cozidos com casca e tirar na hora que for comer. Levar o vidro/lata do azeite e uma colher para tomar na hora.

Sugestão 15: Pão integral + Frango + Legumes (da sua preferência).
Fazer os lanches em casa e levar num pote. Dura bastante.

Sugestão 16: Omelete de ovos, presunto e queijo.
Picar o presunto e queijo (ambos magros) e fazer um omelete.

Sugestão 17: Atum + Vinagre de maçã + Azeite + Alface + Tomate + Cebola.
Picar tudo e colocar num pote.

Sugestão 18: Pão integral + Presunto magro + Queijo + Albumina.
Espalhar a albumina no pão integral, colocar o presunto, queijo e por na misteira/chapa/etc. A albumina fica crocante. Também pode fazer o lanche e levar a albumina numa garrafinha ou coqueteleira.

Sugestão 19: Batata-doce + Atum.
Amassar a batata-doce junto com o atum, levar num pote.

Sugestão 20: Frango + Azeite + Ricota + Batata-doce + Pão Integral.
Desfiar o frango, amassar a ricota e a batata-doce, jogar azeite. Rechear o pão com a mistura.

Fonte: http://www.hipertrofia.org/forum/topic/21827-refeicoes-de-facil-transporte/
Adaptação por Matthaeus (eu)

Vocês já devem ter visto no lado esquerdo do blog um banner


Esse é o banner do receitas anabólicas, um e-book que está muito famoso pelos praticantes de musculação. Já está na 2ª edição, lançada esse ano.

Para você que tem dificuldade em manter uma dieta comendo todo dia a mesma coisa esse e-book vai te ajudar variar com receitas anabólicas e gostosas. O valor é R$67,00, além de trazer vários e-books extras de bônus.

Mas estou te fornecendo um desconto de R$20,00
Usando o código de desconto “massamuscular” sem as aspas, na hora de fazer o pedido, o valor do e-book cai de R$ 67,00 para R$ 47,00.

Acesse o link promocional.
http://hotmart.net.br/show.html?a=E65288M